Sermão de Sexta-feira – O afeto entre os fiéis e seguidores das mensagens celestiais – Seyyed Al- Al-Mousawi – 31/12/2021

Primeiro Sermão

O significado da bondade

Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

Louvado seja Deus, o Senhor do universo, que a paz e a bênção de Deus estejam com o profeta Mohammad (S.A.A.S.), seus purificados Ahlul Bait (A.S.), seus bons companheiros e todos os seus profetas e mensageiros.

Recomendo a todos e a mim mesmo o temor a Deus, pois temer a Deus é a melhor das bagagens, é o testamento e conselho dos Ahlul Bait (A.S.) a todos nós, e Deus ama os tementes.

Desejamos a todos feliz ano novo e parabenizamos a todos pelo nascimento do profeta Jesus Cristo, o servo devoto e sincero de Deus. Rogando a Deus que este ano seja um bom ano para todos. Deus disse no Alcorão Sagrado sobre os arcebispos que visitaram o Profeta Mohammad (S.A.A.S.): “E, ao escutarem o que foi revelado ao Mensageiro, tu vês lágrimas a lhes brotarem nos olhos; reconhecem naquilo a verdade, dizendo: Ó Senhor nosso, cremos! Inscreve-nos entre os testemunhadores!” (5:83)

A oração de Jafar al-Tayar

Neste dia gostaria de falar sobre um acontecimento histórico, o qual por meio dele o Profeta nos trouxe um belo presente que é a oração de Jafar Al-Tayar. Esta oração é muito recomendada que seja realizada nos dias de sexta-feira ou no dia 15 de Sha´ban. Ela é chamada também de oração da recordação de Deus. É uma das orações muito recomendadas no Islam. Abi Basir narrava que o Imam Assadiq (A.S) dizia: O Mensageiro de Deus (S.A.A.S.) perguntou a Já´far: “Queres que te dê algo muito valioso?”. Jafar respondeu: “Sim, gostaria”. As pessoas achavam que o Profeta iria conceder ouro e prata para Já´far. Então, elas foram até ele para ver o que ele ganharia de presente do Profeta. Então o Profeta disse a Já´far: “Vou te dar algo cujo se tu fizer todo dia é muito bom, e se fizer em dias alternados Deus perdoará seus pecados, ou se fizer toda semana, mês ou todo ano Deus perdoará seus pecados”.  Em outra narrativa o Profeta (S.A.A.S.) disse a Já´far: “Queres que te ensine uma oração cujo se tu pecar os piores pecados da quantidade dos grãos de areia do deserto e dos peixes dos mares Deus lhe perdoaria todos?”.

Isso aconteceu no dia em que ele retornou da Etiópia, pois ele havia ido lá 10 anos atrás como migrante com outros muçulmanos e retornou para Medina. Neste dia também aconteceu a conquista da fortaleza de Khaibar por seu irmão, Ali ibn abi Taleb. Neste dia o profeta estava tão feliz que dizia: “Não sei o que me faz tão feliz. Será que foi pelo retorno de Já´far ou pela conquista de Ali (a fortaleza de Khaibar)?”

O formato da oração

Então o Profeta em seguida explicou o formato desta oração a qual valia tudo isso. São 4 genuflexões, e recomenda-se ser feita depois da Fatiha. Na primeira Ruka se recita a Surata Zilzilah (99), na segunda Ruka depois da Fatiha se recita a Surata Al-Adiyat (100), na terceira Ruka a Al-Nasr (110) e na quarta Ruka a Surata Al-Tawhid (112).

Ao longo da oração em várias partes o orador terá que citar a famosa Tasbiha que é “Subhanallah Wal Hamdolillah W ala Ilaha Illah Allah Wallahu Akbar”. Mas para facilitar ele pode fazê-la antes das prostrações e genuflexões ou todas as 30 Tasbiha no final da oração quando a terminar.

É recomendado que seja feita durante o dia mas pode ser feita a noite também, tanto na viagem quanto na presença. E o melhor dia para realizá-la é sexta-feira ou no dia 15 de Sha´ban. A oração é realizada de 2 em 2 Ruka, como a oração da manhã. O orador pode fazer ela em duas partes fazendo 2 genuflexões pela manhã, por exemplo, e as outras 2 na parte da tarde ou da noite.

É importante que pelo menos 1 vez por semana, mês ou ano façamos esta oração para sermos agraciados com o perdão e a misericórdia de Deus, Inshallah.

Louvado seja Deus, o Senhor do universo, que a paz e a bênção de Deus estejam com Mohammad e sua purificada linhagem.

Segundo sermão

A etiqueta da viagem e da estadia

Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso

Recomendo a todos o temor a Deus, pois o temor a Deus é a melhor das bagagens. Ó Deus nosso faça com que nosso ano, nossos meses e nossos dias sejam de acordo com sua satisfação e agrado.

Neste sermão iremos falar sobre a conduta e etiqueta da viagem e da estada.

Luqman, o Sábio, aconselhava seu filho e alguns destes conselhos estão registrados no Alcorão Sagrado. Deus disse no Alcorão Sagrado: “Recorda-te de quando Luqman disse ao seu filho, exortando-o: Ó filho meu, não atribuas parceiros a Deus, porque a idolatria é grave iniqüidade. (13) E recomendamos ao homem benevolência para com os seus pais. Sua mãe o suporta, entre dores e dores, e sua desmama é aos dois anos. (E lhe dizemos): Agradece a Mim e aos teus pais, porque retorno será a Mim (14) Porém, se te constrangerem a associar-Me o que tu ignoras, não lhes obedeças; comporta-te com eles com benevolência neste mundo, e segue a senda de quem se voltou contrito a Mim. Logo o retorno de todos vós será a Mim, e então inteirar-vos-ei de tudo quanto tiverdes feito (15) Ó filho meu (disse) Lucman, em verdade, ainda que algo como o peso de um grão de mostarda estivesse (oculto) em uma rocha, fosse nos céus, fosse na terra, Deus o descobriria, porque é Onisciente, Sutilíssimo (16) Ó filho meu, observa a oração, recomenda o bem, proíbe o ilícito e sofre pacientemente tudo quanto te suceda, porque isto é firmeza (de propósito na condução) dos assuntos (17) E não vires o rosto às gentes, nem andes insolentemente pala terra, porque Deus não estima arrogante e jactancioso algum (18) E modera o teu andar e baixa a tua voz, porque o mais desagradável dos sons é o zurro dos asnos (19)”. (31)

Nossos filhos!

Estes lindos conselhos de Luqman a seu filho são belos exemplos para nós. Quantos de nós estão dispostos a orientar e aconselhar seus filhos?! Quantos de nós falam e sentam com seus filhos e conversam com eles?! Estes versículos são lições de que todo pai e toda mãe devem ensinar e aconselhar seus filhos. Não podem largá-los e deixá-los. A vida é corrida, mas a correria do dia a dia não pode nos impedir de lembrar deles.

O Imam Assadiq (A.S.) dizia: “Luqman dizia a seu filho: ó filho, se tu viajar com um povo então consulte-os ao longo da viagem e seja sorridente com eles. Seja generoso, e se for convidado aceite o convite deles, se eles te pedirem ajuda ajude-os, e seja mais silencioso e um devoto ao longo da viagem. Seja generoso com o que é do seu pertence, tanto sua montaria ou suplementos. Se eles precisarem do seu testemunho pela verdade então testemunhe e seja honesto em seu conselho. Não decida nada até que tenha certeza e firmeza no que diz e não responda um pedido de conselho até que analise bem antes até que tenha certeza no que aconselha. Isso porque aquele que aconselha os outros antes de analisar e pensar a respeito da questão Deus tomará a sabedoria e a segurança dele. Se veres seus companheiros caminharem, então caminhe com eles, e se os ver fazendo algo então faça também, se fizerem alguma caridade faça também. Obedeça o mais velho em sua idade e se fores ordenado a fazer algo obedeça e não diga não pois isso é uma deficiência. Se se perderem no caminho então pare onde estão (e não continuem), e se ficarem em dúvida durante o caminho então parem e nomeiem um líder. Se verem alguém a sós no deserto não o perguntem, pois um indivíduo a sós (no deserto) é duvidoso, ele pode ser um bandido ou o próprio demônio que deseja desviá-los. Fiquem atentos quando verem duas pessoas também… O homem racional quando vê algo com seus olhos saberá da verdade e quem está presente vê coisas que o ausente não vê. Ó filho, se chegar a hora da oração então não a atrase, a pratique pois é uma dívida. Ore em grupo mesmo que seja difícil. Não repouse sob sua montaria (animal)… E se estiver próximo de casa desça do animal e comece a alimentá-lo. Se quiserem ir a um local vão a locais onde a terra tem a melhor cor, seja úmida e que tenha plantações. E se chegar a seu destino faça uma oração antes de sentar… Antes de partir dela ore duas genuflexões e se despeça da terra onde passou por um tempo saudando-a. Isso porque todas as partes da terra pertencem a anjos. Se puderes faça uma caridade antes de comer qualquer coisa. E recite o livro de Deus enquanto estiver montando, recorde a Deus enquanto estiver fazendo algo, e orando enquanto não tiver nada a fazer. Jamais comece a viagem no início da noite e sim a comece no final dela. Jamais levante sua voz. Ó filho, viaje com sua espada, as cordas e demais equipamentos e seus medicamentos, e diga a seus companheiros que está de acordo (com o que eles te pedem) exceto se for algo contra o que Deus deseja”.

E que a paz e a bênção de Deus estejam com o Profeta Mohammad e sua purificada linhagem.

Louvado seja Deus, o senhor do universo.

 

«